Notícias
21 junho de 2018

Audiência pública debate duplicação da BR 290 em Cachoeira do Sul

Reunião será realizada no dia 25 de junho, às 10 horas, na Câmara de Vereadores de Cachoeira do Sul

As frentes parlamentares federal e estadual em defesa da duplicação da BR 290 realizam na próxima segunda-feira (25/06), em Cachoeira do Sul, audiência pública para debater a situação das obras na rodovia. O encontro dá sequência à primeira reunião conjunta das frentes realizada em Butiá no dia 11 de junho.  Novas reuniões serão realizadas nos municípios por onde passa a BR 290.

Atualmente, o limite da estrada é de 11 mil veículos por dia. Porém, hoje circulam mais de 21 mil por dia. A BR 290 é uma rodovia fundamental para o fluxo de turistas, de mercadorias e para a ligação expressa do Brasil com países do Mercosul. Além dos aspectos econômicos e de integração, o atraso na duplicação tem causado o aumento de acidentes, com saldo de mortes e feridos entre outros prejuízos. Segundo dados da Polícia Rodoviária federal (PRF), nos últimos cinco anos foram registrados 2111 acidentes, com 112 mortes e 400 feridos graves. Cerca de 30% desses acidentes são resultados de colisões frontais ou transversais, que causaram 50% das mortes.

Na última semana, o deputado federal Henrique Fontana (PT-RS), coordenador da Frente Parlamentar Federal em Defesa da Duplicação da BR 290, encaminhou pedidos de audiência com o presidente Michel Temer, o ministro dos Transportes Valter Casimiro Silveira e com a bancada gaúcha no Congresso Nacional. O objetivo é somar esforços e pressionar o governo para retomar o ritmo das obras, que estão praticamente paralisadas. “O governador José Ivo Sartori também será chamado a reforçar o movimento da sociedade gaúcha em defesa da obra. Sentimos que ainda não há um reconhecimento por parte das autoridades sobre a importância dessa estrada”, acrescentou o deputado estadual Luiz Fernando Mainardi, coordenador da Frente Parlamentar na Assembleia Legislativa.

Para a audiência pública, além da Prefeitura e Câmara de Vereadores de Cachoeira do Sul, foram convidados representantes das cidades da Associação dos Municípios da Fronteira Oeste (AMFRO), DNIT, PRF e Governo do Estado.